Quais os tipos de fraudes mais comuns em gestão de frotas?

(2)(BLOG) Quais os tipos de fraudes mais comuns em gestão de frotas
Empresas que lidam diariamente com a gestão de frotas precisam estar sempre atentas aos imprevistos que podem ocorrer e causar prejuízos indesejados. Dentre esses imprevistos, muitos podem ser consequências de ações fraudulentas, ou seja, má conduta do pessoal envolvido na rotina de operação dos transportes de mercadorias. Mas você sabe quais são as fraudes mais comuns em gestão de frotas?

Hoje vamos falar a respeito das fraudes mais comuns em gestão de frotas, como identificá-las e, também, o que fazer para acabar com esses contratempos. Confira abaixo!

O que pode ser considerado fraude na gestão de frotas?

Quando falamos sobre fraude na gestão de frotas, nos referimos a ações derivadas de má conduta dos colaboradores de uma empresa, colocando em risco algum dos fatores principais dessa atividade: o motorista e a carga transportada. Essas ações fraudulentas podem acontecer em razão da ausência de uma cultura empresarial que fortaleça um comportamento ético ou ainda por conta da falta de um controle eficaz de todos os processos.

Quais os tipos mais comuns?

Para evitar que esse tipo de problema ocorra na sua empresa, é importante ter consciência de quais são os tipos mais comuns de fraudes na gestão de frotas. Veja abaixo alguns deles:

Roubo de carga

Os colaboradores de uma empresa podem ser aliados de bandidos no roubo de materiais transportados, passando informações que facilitam o roubo e a fuga. 

Falsificação de documentos e transporte de ilícitos

A falsificação de documentos pretende desviar a atenção de agentes de fiscalização. Assim, o verdadeiro material presente no caminhão permanece escondido, podendo ser itens roubados, drogas, animais ou eletrônicos não declarados, por exemplo. 

Desvio de combustível

Outra ação ilícita é o desvio de combustível. Isso pode ser feito de várias formas, mas a mais comum delas é a seguinte: depois de abastecer o veículo da empresa, o combustível é transferido para outro recipiente e revendido.

Roubo de pneus

Aqui, duas fraudes são comuns: a primeira delas é quando o funcionário troca um pneu novo por usado, a fim de repassar aquele em bom estado. Já em outra situação, ele também pode informar rotas ou horários em que o veículo estará vulnerável na estrada, colaborando para o roubo dos itens.

Quais são os sinais mais comuns de fraude?

Agora que você já conhece os tipos mais comuns de fraudes, veja alguns sinais que podem te ajudar a identificá-las em sua empresa:

  • Pedidos de reembolsos incompatíveis;
  • Desvios de rotas;
  • Consumo de combustível acima do esperado;
  • Cargas extraviadas ou defasadas frequentemente;
  • Manutenções constantes nos veículos.

Como lidar com as fraudes mais comuns em gestão de frotas?

É sempre importante que uma empresa aja para combater as fraudes mais comuns na gestão de frotas logo no início, evitando que isso se torne rotina lá dentro. Ao identificá-las, é preciso proceder com muita ética e adotar as medidas cabíveis de acordo com a situação ocorrida, desde uma advertência, demissão ou denúncia legal. 


Hoje, a tecnologia está ao lado da logística, e muitas ferramentas podem ajudar a diminuir esse tipo de problema. A Pathfind oferece soluções que vão te ajudar nessa otimização da gestão de frotas, trazendo mais eficiência e controle para a rotina diária. Quer saber mais? Navegue pelo nosso site e veja como estamos transformando a logística no Brasil.

logistica

Você já conheçe ou pratica logística verde? Baixe nosso ebook e saiba tudo sobre o tema.

BAIXAR

Se inscreva em nosso boletim informativo

Enviaremos somente conteúdos realmente relevantes.